Sueudo Fernandes

Professor de Teatro Musical e Maestro

Currículo Artístico

Licenciado em Música pela Universidade Federal de Pernambuco (2005) e Bacharel em Música Sacra com ênfase em Composição pelo Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil (2001), SUEUDO FERNANDES trabalha como regente há 23 anos e já regeu peças como o “Gloria” (Vivaldi), a Missa em Sol (Schubert) e o “Messias” (Handel – 1a. Parte).

Foi regente do Coro de Câmara do Conservatório Pernambucano de Música (2012 a 2014), onde ensinou Regência, Harmonia e Editoração Musical (2010 a 2014), e foi professor de Canto Coral, Harmonia e Prática de Conjunto do Centro de Educação Musical de Olinda (2007 a 2014). Atualmente, ensina no Instituto Federal de Alagoas onde atua como Coordenador do Programa Institucional de Extensão ArtIFAL (Iniciação Musical, Canto Coral, Prática de Conjunto e Teatro).

Foi regente fundador da Orquestra Gamaliel Perruci (Igreja Batista da Capunga – Recife/PE). Atuou como orquestrador do espetáculo “Contando e Cantando o Natal”, promovido pela Igreja Batista da Capunga (2008, 2009, 2010 e 2011). Em 2012, fez as orquestrações e arranjos para o CD em comemoração aos 80 anos do Coro da Igreja Batista da Capunga. Atuou como regente, orquestrador e arranjador no Natal Triunfo, evento promovido e patrocinado pelo SESC Pernambuco (2006 a 2011). Em 2013, foi homenageado com a execução de obras suas pelo Coro Edson Paschoal (Igreja Batista do Méier, Rio de Janeiro) e foi regente convidado do XVI Encontro dos Músicos Batistas do Brasil, em Guarulhos (SP). Como compositor, tem obras publicadas no Brasil e nos Estados Unidos.

Regeu e escreveu as orquestrações e arranjos do Concerto pelo Aniversário da Cidade do Jaboatão dos Guararapes (2013, 2014 e 2015), com o tenor Otávio Lira e convidados. Atuou como preparador do Coro nas óperas “O Elixir do Amor” (Donizzetti), “O Morcego” ( Strauss), “Cavalleria Rusticana” (Mascagni) e “As Bodas de Fígaro”, (Mozart), todas produzidas pela Companhia de Ópera do Recife.

Foi preparador de coro, orquestrador e regente do espetáculo “Cenas – O melhor dos musicais”. Com solistas, coro e orquestra, a montagem trouxe trechos de Cats, O Fantasma da Ópera, Hair e Les Misèrables, dentre outros, e foi apresentada em junho de 2007 no Teatro Guararapes (Centro de Convenções de Pernambuco). Fez os arranjos e a direção musical de “O Circo do Futuro”, musical infantil apresentado no Teatro Boa Vista (2010/2011).

Foi diretor musical do grupo Garçons Cantores do Manhattan Café Theatro (2008 a 2011) e atualmente é diretor musical e arranjador do grupo Cena Vocal, que tem feito apresentações musicais e intervenções urbanas na Região Metropolitana do Recife e algumas cidades do interior de Pernambuco.

Como palestrante, ministrou a oficina “Vozes em conjunto: arranjos vocais, linguagens e estéticas – a voz como instrumento” como parte da programação da XVI Mostra de Música Leão do Norte, nos SESCs Petrolina, Garanhuns e Caruaru – PE (2014).